terça-feira, 3 de julho de 2007

O MIL cresce

O Movimento Informação é Liberdade (MIL) continua a crescer. Do Minho, mobilizados pelo Gabinete de Imprensa de Guimarães, chegaram as seguintes adesões ao abaixo-assinado lançado na quinta-feira passada:

António Costa Guimarães
Patrícia Sousa
Rui Miguel Graça
Marta Caldeira
Ricardo Vasconcelos
Teresa Costa
Vera Batista Martins
José Paulo Silva
Joana Russo Bello
Secundino Cunha

Sónia Sousa

Declararam também a adesão ao MIL os seguintes jornalistas

Frederico Duarte Carvalho
Helena Matos
Inês Serra Lopes
Jean-Paul Lares
João Paulo Menezes

Torquato Sepúlveda

Contamos ainda hoje colocar em linha a lista integral dos jornalistas que já subscreveram o abaixo-assinado.

2 comentários:

Nuno disse...

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1298464
Andam de mãozinha dada, os do abaixo-assinado e o citizen kane português. Deve ser por isso que também se manifestam aqui a favor da concentração da comunicação social.

Alexandre Lagoa disse...

Qual é a diferença? Se a censura vem de fora ou do editor, que atrasa a publicação de notícias, suaviza os títulos e atribui maior ou menor destaque àquilo que lhe apetece?

sim, teoricamente, queremos uma imprensa livre. Mas é justamente por isso que há blogues. :)